Em Mandlakazi sessenta alunos da 2ª classe e duzentos e vinte e dois do 1º ano da AEA faltaram no primeiro dia dos exames finais, que decorrem desde ontem a nivel nacional.

0

O sector de educação em Mandlakazi avalia positivamente o decurso do primeiro dia dos exames finais da segunda classe e 1º ano de Alfabetização e Educação de Adultos , apesar de ter-se registado muitas ausências.
No primeiro dia deste processo que decorre desde ontem ao nível nacional, o distrito de Mandlakazi registou ausência de 60 alunos da segunda classe e 222 educandos da alfabetização e educação de adultos, números que preocupam o sector de educação conforme as declarações do porta-voz do serviço distrital da educação, juventude e tecnologia de Mandlakazi, Gildo Simbine.
Simbine referiu ainda que a alfabetização e educação de adultos é que tem registado mais ausências em quase todos processos, desse modo chama atenção aos educandos a sacrificarem apenas os dois dias de exame para dedicarem exclusivamente aos exames.
Acrescentou ainda que para os candidatos que não se fizeram presentes nos centros dos exames existe uma chance de poderem realizar a segunda chamada, bastando para tal os encarregados justificarem a ausência junto as direções de escolas e cabe a estes analisarem cada caso.

Partilhar em:

Leave A Reply


*